yourdisqusshortnamehere
c
Loading...

Passando o Brasil à Limpo! Sérgio Moro agora quer esclarecer assassinato de Celso Daniel

PUBLICIDADE Continue lendo


Após a deflagração da 27ª fase da Operação Lava Jato, o juiz federal Sergio Moro confirmou que "é possível" que a morte do prefeito Celso Daniel, em 2002, tenha relação com o esquema de corrupção e extorsão montado pelo PT na Prefeitura de Santo André (SP). A participação e conhecimento de membros da alta cúpula do PT, como Lula, Gilberto Carvalho e José Dirceu começa a ganhar novos contornos, "o que seria ainda mais grave", avaliou Moro.

A declaração de Sérgio Moro consta na autorização da execução da 27ª fase da Operação Lava Jato, deflagrada nesta sexta (1º), denominada Carbono 14. Figuram entre os alvos desta fase o empresário e dono do "Diário do Grande ABC" Ronan Maria Pinto, além do o ex-secretário-geral do PT Silvio Pereira e o ex-tesoureiro Delúbio Soares, os dois já foram condenados no esquema de corrupção do mensalão no governo Lula, além do publicitário Marcos Valério, condenado à 37 anos de prisão.

O juiz Sérgio Moro informa que Ronan Maria Pinto foi condenado na Justiça de Santo André por crimes de extorsão e corrupção ativa no esquema de corrupção e extorsão na Prefeitura de Santo André. "É ainda possível que este esquema criminoso tenha alguma relação com o homicídio, em janeiro de 2002, do então prefeito de Santo André, Celso Daniel, o que é ainda mais grave", afirmou Moro.

"Se confirmado o depoimento de Marcos Valério [operador do mensalão], de que os valores lhe foram destinados em extorsão de dirigentes do PT, a conduta é ainda mais grave, pois, além da ousadia na extorsão de na época autoridades da elevada Administração Pública, o fato contribuiu para a obstrução da Justiça e completa apuração dos crimes havidos no âmbito da Prefeitura de Santo André", completou.

Depoimentos obtidos pela Lava Jato indicam que o empresário Ronan Maria Pinto chantageou membros do PT para não denunciá-los sobre o envolvimento no assassinato do Prefeito de Santo Andre, Celso Daniel.

Moro também cita cita que Marcos Valério "declarou uma possível motivação, de que indivíduos do PT estariam sendo vítimas de extorsão da parte de Ronan Maria Pinto" e "citou expressamente como envolvidos" Sílvio Pereira, José Dirceu, o ex-ministro Gilberto Carvalho, o ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva e o jornalista Breno Altmann.
Sergio Moro 6637986048774607068

Postar um comentário

  1. Dizem que Ele deverá ter muito trabalho pela frente. Lendo essas notícias me vem a frente a Aquarela do Brasil, do João Gilberto, que em trecho diz: "é o meu Br brasileiro, terra de samba e pandeiro, Br ...". Mas aparentemente as coisas estão esquentando. Toda proteção aos Homens de Boa Vontade e Responsáveis. Eles necessitam.

    ResponderExcluir

emo-but-icon

Página inicial item