yourdisqusshortnamehere
c
Loading...

Lula confirma a deputados que maior medo é perder de lavada. Ouviu diversos "nãos" neste domingo

PUBLICIDADE Continue lendo

O ex-presidente Lula irá acompanhar a votação do impeachment ao lado da presidente Dilma Rousseff no Palácio do Planalto. Lula fez várias ligações para governadores e parlamentares pedindo que considerem as coisas boas que Dilma fez por eles, atendendo a pedidos de liberação de recursos e outros políticos acordos "vantajosos".


O ex-presidente reconheceu a situação delicada de muitos deputados que lhe negaram o apoio de última hora, dada a forte onda de repúdio contra  o governo Dilma e o PT na atualidade. O risco de sacrificar uma carreira política votando contra o impeachment é muito alto, avaliam alguns parlamentares com quem Lula conversou. A oferta de integrar um governo eventual governo pós-impeachment de Dilma também não seduziu os parlamentares abordados por Lula.

Interlocutores do petista confirmam que a partir das 14 horas, o ex-presidente já havia se dado por vencido. Enquanto aguardava a confirmação da possibilidade de acompanhar a votação ao lado de Dilma no Planalto, Lula teria dito que "quem era de fechar com a gente, já fechou". O temor agora é o de que os que "fecharam" com Lula mudem de ideia na última hora e votem a favor do impeachment.
PT 4224969452214304699

Postar um comentário

  1. "...O temor agora é o de que os que "fecharam" com Lula mudem de ideia na última hora e votem a favor do impeachment". KKKKKKKK?

    Você ainda tem dúvidas disso, troxa? Os parlamentares, além de ter embolsado a grana, ainda vão votar pelo "sim" kkkkkkkkk

    ResponderExcluir

emo-but-icon

Página inicial item