yourdisqusshortnamehere
c
Loading...

Dirceu recorre ao STF, após ter ficado de fora do oba oba de Dilma, que perdoou réus do mensalão

PUBLICIDADE Continue lendo

Preso na Operação Lava Jato, o ex-braço direito de Lula, José Dirceu, recorreu contra decisão do  ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), que negou lhe um pedido de perdão da pena que recebeu no julgamento do mensalão.

Dirceu não se conformou por ter ficado de fora do Oba Oba de Dilma Rousseff, que do final do ano passado que concedeu perdão a presos de todo o país que se enquadram em alguns requisitos, como condenados que estejam em regime aberto com o restante da pena inferior a oito anos e que não tenham cometido “faltas graves”. Este foi o caso do outro mensaleiro, José José Genoino (PT-SP), que foi beneficiado pela extinção de sua pena pelo STF.

O STF negou um pedido de perdão da pena que José Dirceu recebeu no julgamento do mensalão. Ao negar o pedido, Barroso afirmou que aguardará uma decisão sobre o ex-ministro dentro da Operação Lava Jato, na qual ele já foi denunciado por organização criminosa, corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Dirceu, no entanto, afirma que, apesar de ele estar respondendo a um processo na Lava Jato, ainda não foi condenado definitivamente e não pode ser considerado culpado.

Em sua decisão, o ministro do STF escreveu que poderá reexaminar o pedido de indulto se Dirceu vier a ser absolvido na Lava Jato.
Sergio Moro 1073387557573986228

Postar um comentário

emo-but-icon

Página inicial item