yourdisqusshortnamehere
c
Loading...

Chico Buarque despreza liberdade de expressão, age como ditadores do regime militar e proíbe musical

PUBLICIDADE Continue lendo

Um grupo de petistas que ganhou ingressos para o espetáculo “Todos os Musicais de Chico Buarque em 90 Minutos” interromperam a apresentação na noite deste sábado, 19, em Belo Horizonte, após um comentário do ator e diretor Claudio Botelho contra a presidente Dilma e o ex-presidente Lula.

Os petistas agraciados com ingressos pagos pelo governo do PT em Minas ficaram indignados e simplesmente interoperam a apresentação ao gritos de “Não vai ter golpe!”

“O governo militar interrompeu uma apresentação de Roda Viva, em 1969. E agora vocês interromperam o nosso Roda Viva”, disse Botelho, antes de sair de cena.

 O cantor Chico Buarque de Holanda fez o mesmo que os ditadores e decidiu que não vai mais liberar os direitos de sua música para os espetáculos de Botelho e sua empresa.

O musical é uma história sobre um grupo de atores mambembes que, de cidade em cidade, vivem diversas histórias, todas ornamentadas por canções de Chico. “Sempre faço improvisos em um determinado momento do espetáculo, incluindo comentários políticos, criticando de Dilma a Eduardo Cunha, e nunca enfrentei nenhuma reação negativa, ao menos, no Rio de Janeiro”, contou Botelho à reportagem, no início da tarde deste domingo, 20, ainda em Belo Horizonte.

O momento a que ele se refere acontece quando seu personagem, o dono de uma companhia de teatro itinerante, chega a uma cidade onde não encontra ninguém na praça. Pelo texto original, ele diz: “Onde estão as pessoas dessa vila? Assistindo novela?”. Em seguida, vem o momento do improviso e, no sábado, Botelho acrescentou: “Ou será que estão assistindo à prisão de um ex-presidente? Ou de uma presidente ladra que vem sendo vítima de impeachment?”

Nesse instante, ouviram-se duas ou três vaias. “Depois viraram dez, até que, de um determinado ponto do teatro, onde estavam cerca de 200 pessoas (o Sesc Paladium tem capacidade para aproximadamente mil pessoas), começaram os gritos de ‘Não vai ter golpe’. Minha primeira reação foi a de rir. ‘Mas até na minha terra isso acontece, gente?’, eu falei. Não adiantou.

Uma turma se aproximou até perto do palco, com um olhar raivoso que poucas vezes vi, e continuou gritando. Houve quem pedisse silêncio, dizendo querer ver o espetáculo. Cantamos mais duas músicas, mas foi impossível continuar”, conta o ator.

Como correu o boato de que esse grupo voltaria à porta do teatro antes da apresentação programada para este domingo, 20, o Sesc cancelou o espetáculo, que encerraria a temporada nesta data. Diversas reações pipocaram na internet. Em uma delas, um ator que se identifica como Adir Assunção afirma ter enviado um e-mail para Chico Buarque dizendo que ele não pode mais conceder os direitos de uso de suas canções no musical.

O assunto também preocupou Botelho que, ainda em Belo Horizonte, entrou em contato com Vinicius França, empresário de Chico Buarque. “Não consegui falar com o Chico, mas eu precisava dar a minha versão”, disse Botelho. “Mesmo assim, lamento que a bela amizade que eu e o Charles (Möeller) cultivamos com Chico nesses últimos anos ficasse ameaçada por conta desse episódio”, completou ele, pressentindo o que de fato aconteceu: a proibição por parte do compositor, do uso das canções.

Chico Buarque assistiu a peça "O Grande Circo Místico", musical produzido com suas músicas, no Theatro Net Rio, na Zona Sul do Rio. Após aplaudir o espetáculo de pé, fez questão de ir ao camarim parabenizar o elenco.

Chico Buarque demonstrou todo o seu fanatismo pelo PT e desprezo à liberdade de expressão apenas por que o ator fez um improviso envolvendo o momento político no país. Caso o improviso fosse uma ofensa à Eduardo Cunha, como de fato ocorreu, não haveria nenhum problema. Bastou o ator citar o nome de Dilma e Chico demonstrou toda sua intolerância, repúdio ao contraditório e simplesmente penalizou todos os atores que aplaudira dias ante, proibindo que o elenco volte a exibir o espetáculo com suas músicas.

Política 8742782280159143804

Postar um comentário

  1. chico buarque me decepcionou ,eu admirava o talento e criatividade,mas por mim acabou

    ResponderExcluir
  2. Eu nunca mas nunca mesmo achei nada nesse boçal.!

    ResponderExcluir
  3. Tem q ser boicotado mesmo hahahaha
    Tem mais q moorrer pra parar de sair merda petista de dentro da boca dele

    ResponderExcluir
  4. Caraca!Chico!? Pô cara pegou mal."Luis Inacio faou,Luis Inacio avisou!",que ia meter a mão,mas ninguem acreditou!

    ResponderExcluir
  5. Alienado. Tá recebendo muito dinheiro da lei de incentivo a cultura. Tudo por dinheiro. Se antes ele protestava era porque não estava recebendo o seu quinhão, agora com a grana no bolso, virou mortadela.

    ResponderExcluir

emo-but-icon

Página inicial item