yourdisqusshortnamehere
c
Loading...

Bomba. Lula e Temer podem ser incluídos em inquérito de formação de quadrilha da Lava Jato no STF

PUBLICIDADE Continue lendo


Delação premiada de Delcídio promete provocar uma revolução no cenário político nacional.Após ter sido homologada pelo STF, a Procuradoria-Geral da República vê o caminho livre para incluir o ex-presidente Lula e e vice-presidente Michel Temer no inquérito que apura formação de quadrilha por políticos que supostamente atuaram no esquema de corrupção na Petrobras. A informação sobre procedimentos da PGR foi confirmada por fontes ligadas à investigação. A apuração corre no Supremo Tribunal Federal (STF) desde março do ano passado e apura cerca de 40 pessoas, entre elas parlamentares e lideranças do PMDB, PT e PP.

Os responsáveis pelas investigações avaliam que as menções feitas pelo senador Delcídio Amaral (PT-MS) em delação premiada também sejam incluídas na investigação que corre no Supremo e tenta mostrar o sistema organizado de políticos no recebimento de propina e benefícios oriundos de contratos da Petrobras.

As informações obtidas através da delação já possuem valor jurídico a partir de sua homologação e reforçam a apuração sobre o PMDB e sobre o PT no inquérito, tendo como consequência natural a inclusão de Temer e Lula no rol de investigados.

Os líderes dos maiores partidos do Brasil, o PT e o PMDB, passam a condição de alvos das investigações. No caso de Lula, além das menções feitas por Delcídio, os procuradores devem solicitar informações à Justiça Federal no Paraná, que conduz a investigação que tem o ex-presidente como alvo.

A Procuradoria não descarta incluir o nome de Lula e de seu amigo, José Carlos Bumlai também na acusação contra Delcídio por tentativa de obstrução de investigações da Lava Jato. O senador delator conta que Lula pediu que ele ajudasse Bumlai para garantir o silêncio do ex-diretor da Petrobras, Nestor Cerveró, em eventual depoimento aos investigadores. Segundo Delcídio, o pagamento de valores foi intermediado por Maurício Bumlai, filho do pecuarista, ao então advogado de Cerveró.

Se Lula for confirmado ministro de Estado, no entanto, a solicitação nem será necessária, pois todo o material de investigação que corre na justiça de primeira instância será encaminhado para a PGR e para o Supremo Tribunal Federal.
Sergio Moro 6201642392467107972

Postar um comentário

emo-but-icon

Página inicial item