yourdisqusshortnamehere
c
Loading...

Com burrice de Dilma, Brasil continuará afundando e cada vez mais irrelevante, afirma pesquisadora

PUBLICIDADE Continue lendo



A pesquisadora do Instituto Peterson de Economia Internacional em Washington, Mônica de Bolle, alerta para um grupo de fatores graves que devem contribuir para a continuidade do declínio econômico do país. Mônica sita o fato do Banco Central brasileiro sofrer queda na credibilidade e a insistência do ministro da Fazenda na Nova Matriz Econômica, que já se tornou irrelevante. Neste cenário, quem manda na política econômica é, mais do que nunca, a presidente Dilma Rousseff, que continua insistindo nas políticas do primeiro mandato, acreditando que desta vez pode dar certo.

Isso é apenas insistir no erro que deve trazer consequências bastante negativas para o Brasil. "O Brasil vai continuar afundando e se tornando cada vez mais irrelevante", afirma a pesquisadora, realçando a falta de inteligência de Dilma.

Monica destaca a ineficiência do governo Dilma e o sentimento de perplexidade dos estrangeiros com relação às políticas adotadas de forma atabalhoada. Não somente as questões econômicas, mas também de saúde, como ficou deflagrado com a crise do zika vírus e a demora das autoridades brasileiras para responder a esse grave problema, que ganhou destaque internacional.

A pesquisadora prevê que "o Brasil vai continuar afundando e se tornando cada vez mais irrelevante. Aqui nos EUA há um senso de perplexidade absoluto em relação ao Brasil. As pessoas olham pra mim e perguntam como um país pode estar se auto-inflingindo a esse tipo de dor dessa maneira, não tem resposta para isso. A única forma de responder essa pergunta é falar sobre convicção errada".

"Infelizmente a gente vai continuar trilhando esse caminho até o momento que não der mais. Até a hora que disserem chega, que forem para as ruas, o eleitor mude as coisas. Não estou vendo muita alternativa que não seja essa. Como eu disse antes eu não acredito na capacidade das pessoas de mudar de ideia. Eu não acho que a presidente Dilma acredite realmente que um ajuste fiscal nesse momento não é só necessário como absolutamente crucial senão nada volta. Nada volta e o Brasil vai se tornar cada vez mais irrelevante, mas acho que ela não acredita nisso".

Veja a entrevista aqui
Impeachment 6692212999392687065

Postar um comentário

emo-but-icon

Página inicial item